<$BlogRSDUrl$>
 

domingo, novembro 16, 2003

Caos ou nem por isso!
Hoje encontrei em Elas por Elas um texto sobre a forma como nos organizamos diariamente:

O caos, eu e os outros
Tenho um amigo que está sempre com todas as coisas desorganizadas. Contas que não foram pagas porque ficaram perdidas no meio de papéis, prazos perdidos, e toda uma série de confusões que terminam por prejudicá-lo.
Cada vez que ele me conta um episódio desse tipo, eu me espanto. Sou exatamente o oposto disso. Contas em dia (quando há dinheiro para pagá-las, claro), compromissos anotados, pontualidade máxima nos prazos, e todos os outros sintomas típicos de uma organizada obsessiva.
Mais uma vez, a questão é que não existe certo ou errado. Existe a maneira na qual você se sente bem. O caos me faz mal. A mim, basta minha enorme confusão interior. A outros, como ao meu amigo, o caos nunca afeta.
Vendo quem vive diferente de mim, sempre tenho uma certa inveja e penso: "Sou metódica demais. Deveria ser mais relaxada." Dura alguns minutos, porque eu nunca consigo.
A grande questão nisso aí é: você se sente bem no meio do caos, siga em frente. Mas se você está sempre se queixando desse caos e, pior, transbordando um pouco dele para quem está em volta, porque mantê-lo? Será que é só um estilo? Ou uma dificuldade? Ou uma absoluta incapacidade de assumir as suas próprias responsabilidades?
Organizados e caóticos, manifestem-se.
por Isadora em 16.11.03


O que eu acho disto?
Acho que há quem só consiga viver no caos, é quase que um "caos organizado" ao seus olhos. Organização a mais também pode ser um caos, porque acabam por existirem gavetas a mais, pastas a mais, separadores a mais, depois são precisos índices para encontrar as coisas, e índices de índices... Além do tempo necessário a organizar tudo.
Mas cada pessoa tem de encontrar em cada momento a sua forma de se organizar, seja a mesa de trabalho, as contas para pagar, os trabalhos a realizar, os pensamentos e sentimentos, etc... etc...
Nem todos somos iguais, e nem toda a vida vamos funcionar da mesma forma.
E quantas vezes desejamos um pouco mais de caos e menos de monotonia?
Há quem seja organizado ao máximo, bastante certinho, mas depois internamente vive num caos! E o contrário também é verdade?
A forma correcta não existe, cada um terá de encontrar o seu equilíbrio em cada momento!


This page is powered by Blogger. Isn't yours?