<$BlogRSDUrl$>
 

quinta-feira, novembro 27, 2003

Desafios

Sempre gostei de desafios, de ser tentado a ultrapassa-los, de ousar sonhar atingir uma meta e de correr atrás desse sonho. Faz-me sentir bem lutar por eles, rodear as dificuldades, resolver as adversidades, atingir os objectivos traçados, descobrir e explorar.
Quando não sou capaz de lá chegar resta-me aprender com isso, vendo o que de positivo mesmo assim foi conseguido, analisando os erros, sejam erros de percurso ou erros escondidos desde o plano inicial. Depois é usar isso como saber para o futuro e tentar não cometer os mesmos erros.
E quando tudo corre no sentido certo, e finalmente se atinge a meta? Então deixo-me inundar por um estado de satisfação intensa, uma vontade de comemorar enorme, e ao mesmo tempo sinto um estado de cansaço que só nesse momento ousa manifestar-se após eu ter conseguido atingir a tal meta.
E comemoro comigo mesmo, oferecendo a mim próprio a possibilidade de baixar um pouco os braços, de descansar, de respirar, de retemperar forças, recarregar baterias, sabendo que uma nova etapa está já a chegar com novos objectivos.
É um sentimento duplo de satisfação e nostalgia.
Existe já uma saudade pelo percurso feito enquanto me preparo para traçar novos planos, recomeçar a lutar de novo, sonhar mais alto, ousar vencer novos obstáculos, estabelecer novas metas e então iniciar um novo percurso com o espírito renovado.

This page is powered by Blogger. Isn't yours?