<$BlogRSDUrl$>
 

domingo, novembro 23, 2003

Quatro Estações

Aprendemos que são quatro as estações do ano: Primavera, Verão, Outono e Inverno.
Um conceito de ciclo que regula ou prevê o clima ao longo desse ciclo, e que no fim deverá recomeçar.

Apesar de a Primavera ser normalmente a primeira a ser referida, prefiro pensar antes de mais no Inverno. O tempo está frio, muitas vezes gelado, em algumas paragens a neve vai cobrindo com um manto branco a paisagem.
A beleza do Inverno existe e seduz-nos, sabemos que está frio, temos de nos preparar para esse frio, mas sabemos que nada melhor do que o calor de lareira ou de cobertor.
Temos de aquecer o ambiente, temos de saber ser capazes de acender o lume, provocar e controlar o fogo, a paciência é importante para não desistirmos, temos de estar atentos para saber detectar os primeiros sinais de que estamos no bom caminho para aquecer o ambiente e não descurar quando o fogo se começa a extinguir.
Estamos naquilo que se chama tantas vezes os preliminares dos preliminares, estamos a tentar quebrar o gelo, estamos a ganhar a possibilidade de continuar o jogo.

A Primavera chega um belo dia, o gelo começa a derreter, o Sol aparece, as andorinhas regressam, mas não podemos ainda deixar de estar atentos. As roupas vão ficando mais leves, as peças de roupas vão desaparecendo dos nossos corpos. Temos de continuar a lutar pelo conforto, por manter quente o que construímos durante o Inverno, ao mesmo tempo que nos podemos já deliciar com o brilho e com os sons que esta Primavera nos oferece.
Somos capazes de nos encantar com as sensações de leveza e doçura desta época, mas temos de saber respeitar a Natureza para que a caminhada seja cada vez melhor.
Estamos nos preliminares, o gelo quebrou-se, agora temos de saber fazer crescer o que conquistamos e conduzir com energia e cuidado para uma nova estação.

O Verão traz consigo o êxtase, o calor que nos faz suar, a roupa passa mesmo a ser um incómodo, queremos estar livres, queremos sentir esse calor que nos traz tanta energia, cada momento se torna especial, os dias são grandes e as noites são quentes.
Nesta época de calor intenso, iremos sorrir, brincar, correr, descobrir, explorar, tudo parece mais intenso, tudo parece mais livre, somos capazes de enormes sorrisos, parece que conseguimos tudo.... até voar!
Estamos no pico, vivemos momentos únicos, momentos intensos, sabemos que é o prémio mais que merecido depois das etapas anteriores.

O Outono chega e com ele a brisa que nos percorre o corpo ainda quente, vamos aos poucos começar a acalmar depois de tanta energia consumida no Verão. Estamos a arrefecer lentamente, as primeiras folhas caem no chão, sabemos que agora começa a época de acalmar de novo, de voltar a pôr os pés no chão ao mesmo tempo que vamos saboreando e recordando as emoções que acabamos de sentir no pico do Verão.
Vamos tentando ficar mais confortáveis, procurando o melhor aconchego, descansando um pouco para que as forças regressem para um novo ciclo.
Estamos no momento de reflexão e relaxamento após o êxtase, estamos a saborear tudo o que vivemos e a incorporar em nós o que aprendemos. É o fim de um ciclo e o preparar um novo ciclo!

Um ciclo se encerra, outro vai começar!
Viveremos tudo de novo, mas de forma distinta, nada será igual, nem o ambiente é o mesmo nem nós somos os mesmos afinal aprendemos tanta coisa ao longo deste ciclo.
Vamos descobrir novas sensações, vamos descobrir novas formas de acender e manter o fogo, vamos disfrutar do Verão de novas formas, vamos ousar descobrir e sorrir, vamos viver ainda mais.

Já não sei se falo das estações do ano ou de outras estações pelas quais passamos tantas vezes! Mas isso não é de todo importante.
Seja o ciclo de um ano, seja o ciclo de um relacionamento, seja o ciclo de uma conquista, seja mesmo o ciclo de uma intimidade.... o importante mesmo é saber passar por ele, aprendendo, sorrindo, disfrutando e vivendo!

This page is powered by Blogger. Isn't yours?