<$BlogRSDUrl$>
 

quarta-feira, fevereiro 18, 2004

Sacudir a Tristeza

A tristeza quando se apodera de nós consome-nos aos poucos, obriga-nos a lutar contra ela, a infelicidade que a acompanha faz-nos perder a paciência, deixa-nos desconsolados, gera em nós uma grande preocupação, rouba-nos o sorriso e não nos permite aproveitar a vida.

Quando a tristeza chega perto de nós, temos de conseguir afastar a sua força, temos de evitar dar-lhe importância demasiada, temos de sacudir a inquietação que nos provoca, temos de ignorar essa tristeza que nos quer corroer e temos de prosseguir vivendo as coisas boas da vida recuperando o nosso sorriso.
Claro que falar é mais fácil do que fazer.
Podemos imaginar e esperar que nos é possível ignorar a tristeza, mas quando ela chega tudo se torna mais complicado. A melancolia, a mágoa, a infelicidade, a tristeza são tantas vezes mais fortes que nós.
Temos por isso de estar alerta e saber reagir, procurar aquilo que nos vai dar força, aquilo que nos vai incutir a coragem para não ficarmos presos nessa tristeza, fugir do pessimismo que normalmente nos assola. Sabemos de antemão que de nada adianta ficarmos preocupados com essa tristeza, por isso temos de rapidamente encontrar o catalizador que nos vai ajudar a recuperar o sorriso: pode ser uma música, uma paisagem, um pensamento, um sorriso, uma palavra, um livro, um sonho, etc…

Nessas alturas temos de sacudir a tristeza e ir em frente para viver as coisas boas da vida!
Há tanta coisa boa para ser vivida e aprendida na vida que não vale mesmo a pena ficarmos presos às tristezas e mágoas que apenas nos consomem!

This page is powered by Blogger. Isn't yours?