<$BlogRSDUrl$>
 

quinta-feira, junho 17, 2004

Os Olhares do Silêncio

Por vezes o silêncio transmite-nos paz, serenidade, calma, tranquilidade e sossego.
Esse silêncio tem um olhar sorridente que nos diz tanto ou mais do que mil palavras que fossem ditas.

O silêncio pode também significar angústia, ansiedade e incerteza.
Esse silêncio tem um olhar melancólico que nos transmite tristeza e mágoa, um olhar que oscila entre um olhar que pede ajuda e um olhar que anseia pelo seu espaço próprio.

O silêncio pode ser de desinteresse, de desapego e de alheamento.
Esse silêncio tem um olhar distante que nos transmite uma indiferença fria e triste, um olhar que nos tenta ferir aos poucos.

O silêncio pode ser de ignorância e de desconhecimento.
Esse silêncio tem um olhar confuso e defensivo, que nos pode transmitir uma vontade de aprender ou então uma fuga para a ignorância.

O silêncio pode ser de ouro, como se costuma dizer.
Esse silêncio tem um olhar experiente e calmo, que nos transmite segurança e prudência.

O silêncio pode ser de desgosto, de desilusão e de mágoa.
Esse silêncio tem um olhar triste que nos transmite amargura e dor, e que nos deixa sem saber como reagir

E existem muitos outros silêncios, cada um deles com o seu olhar diferente. Em cada dia que passa vamos encontrando vários pela frente e vamos também nós experimentando os nossos próprios silêncios.
Nem todos são necessariamente maus, nem todos são infelizmente bons! No entanto quase todos eles são mesmo necessários para podermos sobreviver ao enorme ruído com que todos os dias temos de conviver.

This page is powered by Blogger. Isn't yours?