<$BlogRSDUrl$>
 

domingo, agosto 29, 2004

Idades

Jan Saudek mostra-nos na sua colecção de fotografias como o tempo nos pode alterar a fisionomia e ao mesmo manter muitas características que são nossas. Miroslava é um desses exemplos captados pelo fotógrafo checo em datas distintas.

Miroslava 1975 Miroslava 1985

Mais do que o nosso aspecto físico, o que muda em nós ao longo do tempo é a forma como vemos o mundo que nos rodeia, a forma como sentimos o ambiente que nos envolve, tudo o que aprendemos e apreendemos ao longo da nossa vida e nos torna naquilo que somos em cada momento.

A expressão “se eu soubesse o que sei hoje...” tem a ver exactamente com isso, em determinada altura da vida reagimos de uma forma que hoje não faz mais sentido porque entretanto fomos incorporando em nós o saber da experiência do que já passou.

Por exemplo e voltando às provocações, hoje reagimos de forma diferente a uma determinada provocação porque a forma como reagimos no passado nos foi ensinando através das suas consequências imenso sobre a forma de reagir e se vale ou não a pena reagir.

O tempo passa por nós e nós vamos mudando quase sem percebermos que isso nos acontece, a verdadeira idade tem exactamente a ver com aquilo que nós aprendemos vivendo. A idade física é apenas um referencial que teimamos manter e que tantas vezes serve de meio de discriminação de alguns.

O tempo passa, nós mudamos e o importante é conseguirmos ir mudando de forma a procurar o nosso equilíbrio e o nosso sentido de vida. E tal como nós, estes também vão mudando, fruto da nossa própria mudança, evolução, crescimento, amadurecimento... o que lhe quisermos chamar.

This page is powered by Blogger. Isn't yours?