<$BlogRSDUrl$>
 

domingo, outubro 10, 2004

Um Sorriso Especial

Aqueles olhos de criança tímidos e envergonhados surpreenderam-me no meio do manto branco de neve que cobria a praça. Uma semana naquela terra distante e fria fizeram-me olhar as pessoas com uma admiração enorme pois apesar da dureza das suas vidas não tinha ainda encontrado a pobreza degradante que em outras paragens é tão vulgar. Aquele olhar acompanhando a mão infantil pedindo auxílio apanhou-me de surpresa.

Porque me teria ela escolhido? Talvez por ser a única pessoa na praça com ar de estrangeiro. Talvez tivesse sido escolhido ao acaso. Por alguma razão a criança tinha-me escolhido naquela manhã de Inverno.

Aquele olhar em silêncio tocou-me fundo. Remexi os bolsos em procura de uma moeda, tentando mentalmente efectuar o câmbio. Escolhi uma moeda que era pouco mais do que pagaria por um café no Porto sem sequer pensar no que o valor poderia significar naquelas paragens.

Enquanto o olhar da miúda seguia a moeda que eu lhe depositava na mão, um brilho enorme tomou conta dos seus olhos. Retribui-me sorrindo como se de repente o Sol tivesse entrado naquela criança, enquanto o olhar transbordava de alegria.
Sussurrou um agradecimento e correu pela neve com equilíbrio invejável e sem qualquer medo de escorregar no chão gelado.

Nunca na vida tinha visto um sorriso assim, fiquei deslumbrado ali no meio da neve ao mesmo tempo que tentava compreender o porquê desta reacção. De repente fez-se uma luz dentro de mim quando percebi que lhe tinha entregue o mesmo que diariamente eu pagava de táxi do hotel até ao local da conferência em que tinha ido participar.
Podia ter-lhe dado mais, mas ela já tinha desaparecido no meio da multidão.

O que para mim representava um simples café significava muito para aquela criança. Não sei o que ela fez com a moeda que levou, mas acredito que com aquele sorriso tão autêntico lhe deu um bom destino.
Ela decerto que desconhece que me deu em troca algo muito mais valioso do que a pequena moeda. Cada vez que relembro aquele sorriso infantil de felicidade fico com uma enorme vontade de regressar àquela praça na esperança de encontrar a miúda agora mais crescida para lhe agradecer o sorriso que me deu naquele dia.

Ainda hoje, vários anos passados, recordo este episódio de forma muito especial pois é um daqueles momentos que dificilmente esquecemos na vida.
Há sorrisos e olhares que nos ficam gravados para sempre na memória porque nos tocam bem fundo. Há momentos assim e este foi um deles!

This page is powered by Blogger. Isn't yours?