<$BlogRSDUrl$>
 

sábado, janeiro 01, 2005

Dois Mil e Cinco

Quando era miúdo pensava que o ano 2000 ainda estava longe, um número redondo e que deixava muita liberdade à imaginação. Como seria viver num novo milénio? A série Espaço 1999 mostrava na televisão como era grande a distância temporal.
As lendas e os receios daquilo que poderia acontecer acabaram por falhar, outras desgraças foram surgindo, mas não o fim do mundo por muitos temido.

O tempo às vezes parece voar, e hoje acordamos em 2005, a meio da primeira década deste novo milénio. Hoje vejo como a criança que era na década de 70 está distante daquilo em que me tornei. O mundo à minha volta mudou completamente e acabei por seguir caminhos que era incapaz de imaginar naquela altura. Até mesmo o sonho secreto de ser astronauta, como os personagens da série de televisão, foi esquecido.

Neste primeiro dia de 2005, e por muito que evite fazer balanços e desejos, não posso deixar de rever o que me aconteceu no ano que terminou. Vivi, sonhei, aprendi, cresci, errei, arrisquei, recuei, sorri, perdi, ganhei, conheci, reconheci, descobri, redescobri, etc... e por tudo o que aconteceu tornei-me no que sou neste momento. Quero acreditar que nestes 365 dias vou poder repetir as coisas boas, enquanto tentarei evitar os erros cometidos, sabendo de antemão que não o vou conseguir sempre.

Quanto a mudanças, não acredito que possam surgir do nada entre as passas e as badaladas. Elas vão ocorrer naturalmente no dia a dia, muitas vezes como surpresa, sem data marcada e sem aviso. Aliás, a única certeza que temos na vida é que as surpresas vão acontecer sempre.
Mudou o ano, mas pensando bem, passou apenas mais um dia!

This page is powered by Blogger. Isn't yours?