<$BlogRSDUrl$>
 

sexta-feira, abril 15, 2005

Impotência

Existem momentos na vida em que temos a noção que os nossos actos deixam de ter influência sobre o desenrolar dos acontecimentos, e quando assim acontece ficamos com uma estranha sensação que nos entristece e deixa confusos. Por isso esse sentimento de impotência é dos mais cruéis que pode haver.

Ficarmos à espera de ver o que naturalmente acontece a seguir ou dependentes do resultado da acção ou opção de outras pessoas, leva-nos a um estado de expectativa que é complicado de gerir. As dúvidas assaltam-nos constantemente porque o optimismo é contraproducente devido à ilusão que nos pode criar enquanto que o pessimismo nos empurra para uma tristeza profunda ou para estados de depressão.

No entanto, é inevitável que este sentimento de incapacidade apareça na nossa vida de tempos a tempos, apesar de nunca estarmos verdadeiramente preparados para lidar com ele. Há que encontrar a melhor forma de sobreviver aos seus efeitos: respeitando essa impotência e combatendo-a na medida das nossas forças. Só assim poderemos reconstruir a confiança, a esperança e o pragmatismo que nos pode ajudar a resistir nesses momentos menos bons, apesar de toda a dor e perplexidade que nos ataca.
 

This page is powered by Blogger. Isn't yours?