<$BlogRSDUrl$>
 

segunda-feira, maio 23, 2005

Outras Estações

O Paulo Querido presenteou-nos a semana passada com esta frase:

“A paixão é uma estação do amor, como o Verão é uma estação do ano.”

É realmente um excelente ponto de vista, mas ficam algumas dúvidas para reflexão e quem sabe discussão.

Sendo a paixão apenas uma das estações do amor, quais podem ser as outras estações?
A sedução parece-me um excelente candidato para anteceder a paixão e para lhe suceder talvez possamos falar de um afecto sereno e mais maduro ou de uma partilha de afectos tranquilos.
E será que o declínio do amor também pode ser uma estação? O desgaste ou o fim do enamoramento podem ser uma fase deste ciclo. Depois disso há a renovação: do amor, das relações e/ou das pessoas.

Significará isto que o amor se rege por ciclos? E no fim de um destes ciclos, estaremos preparados para começar um novo, com a renovação dos afectos?
Se calhar é mesmo assim, embora os ciclos não sejam obrigatoriamente iguais, porque as relações nunca são iguais entre si (até quando as pessoas são as mesmas e é apenas a relação que se renova).
Alguns destes ciclos talvez sejam breves, outros provavelmente podem durar anos e haverá ainda aqueles que são interrompidos a meio sem qualquer explicação lógica (afinal de contas estamos a falar de emoções).

Gosto da ideia de ciclos na vida, já aqui falei deles algumas vezes, mas nunca tinha visto a paixão como se de uma estação do ano se tratasse.
Será que é a Primavera ou o Verão? Talvez possa ser o Verão, se a Primavera for a sedução.
 

This page is powered by Blogger. Isn't yours?