<$BlogRSDUrl$>
 

sábado, julho 30, 2005

Pequenas Fatalidades

Às vezes parece que tudo nos acontece. É uma ideia que me passa pela cabeça diversas vezes. São pequenas fatalidades que parecem estar sempre prontas para se atravessarem à minha frente.

Quando descobrimos um defeito em alguma coisa acabada de comprar, um engarrafamento de trânsito quando estamos cansados ou com pressa, um acidente estúpido (como são quase todos) que nos acontece, um esquecimento que nos causa atrasos e complicações, o descobrir que uma reserva de hotel não ficou feita quando viajamos ou a perda das malas na viagem de avião são pequenos exemplos destas situações.
E há dias em que nos surgem várias destas coisas menos boas, umas atrás das outras! Nessas alturas parece que o dia teima em não terminar!

Estas pequenas fatalidades parece que estão sempre à espreita para nos surpreender, principalmente quando achamos que temos tudo sob controlo ou quando temos planos bem definidos. Quem nunca decidiu tomar uma atitude e à última hora não o fez porque surgiu uma surpresa menos boa?

Facilmente esquecemos as coisas boas que nos acontecem quando nos surgem estes infortúnios pela frente, de tal modo que se torna comum perdermos a oportunidade de apreciar essas coisas agradáveis da nossa vida. Só depois de reconhecermos essa perda é que conseguimos perceber que atribuímos demasiada importância às coisas erradas! E o pior de tudo é que normalmente já é tarde nessa altura.

As pequenas fatalidades (tal e qual como as grandes) vão continuar a acontecer, não podemos fugir delas mas podemos tentar encará-las de forma diferente. A vida também é feita desses momentos esquisitos, mas não devemos perder demasiado tempo com eles.
 

This page is powered by Blogger. Isn't yours?