<$BlogRSDUrl$>
 

segunda-feira, agosto 01, 2005

Risquinhos

Não avançamos nem melhoramos a nossa vida sem corrermos riscos. A análise do risco é importante porque não somos super-homens e temos de estar preparados para enfrentar os desafios que vamos atravessar a cada instante.
O fracasso é sempre uma possibilidade nas apostas que fazemos. Se este resolver aparecer à nossa frente temos de estar preparados para aceitá-lo e para aprender com ele tudo o que nos for possível.

Para minimizar os riscos e as consequências dos fracassos, podemos procurar dividir a nossa aposta em várias fases e passo a passo concretizá-las. Podemos até errar numa dessas etapas sem invalidar o nosso caminho rumo à meta estabelecida.
Esta solução significa transformar o risco inicial numa colecção de risquinhos, que vamos domando e enfrentando sem medo, ao mesmo tempo que ganhamos confiança em nós próprios para podermos concretizar o nosso sonho.

"Quem não arrisca não petisca", diz o provérbio com muita razão, mas não temos de o fazer na totalidade. Podemos progredir em passos mais pequenos e evitar correr alguns riscos desnecessários ao mesmo tempo que controlamos as perdas em caso de falha.

Dividir o projecto, estabelecer pontos intermédios e concretizar cada etapa. No final podemos atingir o nosso objectivo com o nosso conjunto de risquinhos alcançados e com a nossa confiança reforçada.
 

This page is powered by Blogger. Isn't yours?